As joias e as bijouterias embelezam mulheres, homens e crianças do mundo inteiro e de qualquer cultura. Além disso, elas dão um toque muito especial a qualquer visual. Tradicionalmente, em particular as joias, estão ligadas à nobreza, à beleza, ao charme e ao prenúncio de boa sorte. Desde sempre, houve uma infinidade de modelos distintos, bem como uma diversidade de materiais nobres utilizados nas joias, cujas combinações podem ser infinitas. Entretanto, quando se pensa no uso de joias no dia a dia, alguns cuidados básicos devem ser tomados, uma vez que por se tratarem de peças com designers particulares e por possuírem alto valor agregado, não é possível usar de tudo em qualquer lugar ou a qualquer hora do dia. Mesmo assim, ainda é possível apostar no uso de brincos, alguns tipos de colares, pulseiras e anéis, que estejam apropriados aos ambientes e às horas do dia. Ou da noite.

Usar joias no dia a dia é sinônimo de elegância, de bom gosto e de sensualidade. As peças que vão compor o look de qualquer pessoa devem sempre ser escolhidas de acordo com a roupa que será usada e também com o evento em que ela irá. Estes são os dois princípios básicos para o uso de joias. Brincos, por exemplo, podem ser grandes, para qualquer tipo de mulher, em especial se forem de ouro, de prata, com pedrarias e que combinem com vestidos- desde os mais simples aos mais ousados. Caso os brincos escolhidos sejam para usar em dias de festa, opte por modelos mais brilhantes que marcam mais o rosto. Se ousar nos brincos, evite colares, pois a combinação em conjunto pode pesar no visual.

Já para ir ao trabalho é sempre bom cuidar para que menos seja mais. Joias, roupas ou outros acessórios não podem aparecer mais que o talento e o profissionalismo, contudo não deixar de usá-los pode parecer um certo desleixo com a própria aparência. E é sempre bom lembrar que o visual é o cartão de visitas para qualquer pessoa. Se o intuito é não deixar as joias guardadas nas caixas, use-as com parcimônia no ambiente de trabalho. Combine peças mais delicadas – brincos, correntinhas e pingentes, pulseiras e anéis. Não que seja uma regra, mas procure evitar muito brilho. As regras valem tanto para mulheres, cuja tendência ao uso de joias é maior, quanto para homens, mesmo que no caso destes, o uso de joias esteja ligado à simbologia de poder.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *