PEDRAS PRECIOSAS – ALGUNS DOS MINÉRIOS MAIS BONITOS ENCONTRADOS NA NATUREZA

Para falar em pedras preciosas, a primeira informação a ser esclarecida é que o conceito de “pedra preciosa”, na verdade é a “gema” encontrada em diversos locais – rochas, rios, riachos, nas profundezas dos mares e oceanos, e até mesmo nos locais mais improváveis. Estas pedras podem ser cortadas, lapidadas e aplicadas ou em adornos, em joias e até em bijouterias finas. Ao longo dos processos de mineração que atravessaram a história do homem, já foram encontrados alguns tipos de pedras que são classificadas como preciosidades raras.

Sodalita é uma delas. Trata-se de um mineral gerado na natureza a partir de silicato de alumínio e sódio com cloro. A sodalita possui um sistema cristalino cúbico característico de rochas. Sua dureza está entre 5,5 a 6 em termos de densidade. Seu nome se dá justamente por conta da quantidade de sódio encontrada na pedra. De coloração branca azulada, chega a ser transparente em alguns exemplares. Quanto à transparência, é bem opaca. Possui clivagem perfeita, com fratura desigual. Contém ainda manchas de calcita branca e leitosa, muito utilizada na fabricação de joias e outros acessórios. Pode ser encontrada largamente em jazidas espalhadas pelo Brasil, Índia, Itália e Namíbia.

Outra pedra mineral é a lápis lazúli. Seu nome se deve a uma derivação do árabe e do latim, que juntas significam “pedra azul”. Formada por um agregado de minerais – augita, pirita, hauynita, calcita, diopsídio, mica, hornblenda, lazurita, ainda contém silicato de alumínio e sódio com enxofre. De coloração predominantemente azul celeste intenso, possui densidade baixa, se comparada a outras pedras, 2,7, apenas. Opaca, com dureza de 5 a 6. A clivagem é imperfeita, e a fratura é irregular e concoidal. Trata-se de uma pedra muito comum entre colecionadores, devido a sua raridade. Pode ser encontrada no Chile e no Afeganistão.

Aventurina é uma pedra rara que pode ser encontrada em montanhas da Itália. Formada a partir de óxido de silício, possui sistema cristalino hexagonal. É uma das variedades cristalinas de granulação de cristal. De coloração verde clara, possui uma dureza entre as mais altas: 7. Já a densidade é tida como baixa, 2,6. Não há clivagem neste tipo de pedra. Por sua vez, possui fratura concoidal e estilhaçada. Bem opaca, também não possui fluorescência. É uma das pedras encontradas em rochas magmáticas. Largamente usada na produção de joias e adornos raros. Muitos exemplares estão em mãos de colecionadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *